HUMAN BEHAVIOR

Uma mentedementeuma sementedescrentedesta dor de dentesem dentebanguelana goelaarroelaarruelamoelapanelabranquelaloirinhaprefiro as morenasa morenae que morenanossa!!a minha morenapequenalindacom pequenos sustosou surtosou curtosnão compridosnem espremidosnem nadanem eunem vcnem ninguémno vai e vemuhhh vai e vem é bomcomo bombomcome é?e nem deixa pra mim!como nãotá trancadocom cadeadochaveadotrancadolacradotampado

sem titulo -2

do alto vago,de um universo infinito!essa prosa promete…então:do alto vago,de um universo infinito!onde meus pensamentos flueme refluemse confundemou de difundemsem sair nem chegar a um pontoassim como esta prosasem pé nem cabeçaque uma prosa não possui cabeçanem pé ou mãoou culhãosem meter o dedãoque confusão

barcos

Entre, sinta em casa. Pode sentar que ja vou fazer um café, já sei você não gosta do meu café, mas juro que vou caprichar desta vez. Ele é todo seu agora e para sempre, então por favor, veja bem oq vai fazer com ele.

UTEURUBUS

Apenas mais um, neste mar de gente.A imensa máquina, destruidora da humanidade. Toda a tecnologia de nada irá adiantar. Toda uma sequência de gerações, vagando através da dita modernidade. Vivendo uma vida besta e inútil, saindo do trabalho para casa, ou para um bar, onde todo o final é reproduzir, e morrer. Usar palavras alheias…
Continue lendo »

Escuro

molho nos olhos, lágrimas de escuridãodentro da noitesem um perdãoa poesia da vidavida e sobrevidaconvividadivididadivina convivênciaque é a arte da paciênciatolerânciaadquiridaque gera dependênciame traz de uma demênciano infinitodesta escuridão…quem mandou não pagar a luz???deu nisso…porra!!!

Desktop

aqui ….
logo abaixo…
existia o soneto da fidelidade, o qual dediquei para a minha então namorada.
Hoje, dia 17/06/08, dando uma geral em todo o blog, vejo que o infinito não durou muito. Também vejo que ainda está por vir aquela que será a última. Fico com muita pena de tirar a foto que aí está, não pela pessoa mas sim pelo trabalho que fiz. Saber que tudo isso foi em vão.

Dói muito saber que no mundo ainda não existe aquela capaz de captar, de apenas receber o sentimento, sem dúvidas, sem receios. Apenas receber, sem cobrar o a mais…

Quem será qeu ainda passará por aqui, 1 ano e 8 meses depois.

Fica aqui um pedido…
Para, se por acaso alguma musa passar por aqui… saiba que estou procurando aquela que será a minha companheira até o fim dos meus dias, e que quando ficar velho, possa tomar meu chá no final da tarde, conversando sobre nossos netos. Uma pessoa que enxergue além da minha casca grossa e rabugenta. Que consiga penetrar minha alma e ser dona de todo meu sentimento! Que não me queira para ela, mas sim compartilhar a sua existência com a minha! Para sermos dois INDIVÍDUOS, únicos, diferentes, imperfeitos. Que dentro desta individualidade, exista a partilha, das emoções. Que me conte como foi seu dia. Dê risada. VIVA INTENSAMENTE junto comigo.Que eu nunca vá dormir brigado com ela, até o fim dos meus dias!!!!

Quanto soneto do vinícius… fica o soneto para você, que me inspirou desde o início, como uma fã,silenciosa, mas sempre presente; como a boa companhia que sempre me foi dentro das tardes. Nunca passando despercebida.

Faço minhas as palavras de Vinícius:

SONETO DA FIDELIDADE

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me preocupe
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive)
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.